FGM oferece capacitação online a gestores sobre o Simples Nacional 2018

Continuando com o trabalho de sempre oferecer capacitações e promover melhores condições e aprimoramento aos gestores municipais goianos.  A FGM informar a todos que está oferecendo de forma gratuita a capacitação online sobre o Simples Nacional 2018. O curso EAD do Simples Nacional é GRATUITO, porém restrito a Fiscais Tributários.
 Para participar e realizar a sua inscrição basta seguir os procedimentos abaixo:

  1. Preencher formulário de inscrição no link: http://www.gtmweb.com.br/curso-do-simples-nacional/
    2. Aguardar contato da GTM Treinamentos através de e-mail. Será enviada uma declaração para preenchimento no e-mail cadastrado no formulário de inscrição. Tal declaração deve ser devidamente preenchida, assinada e carimbada pelo Prefeito Municipal.
    3. Remeter a declaração devidamente preenchida digitalizada ao e-mail [email protected]
    4. Após o recebimento da declaração devidamente preenchida, a mesma passará por uma confirmação de informações.
    5. Não havendo nenhuma divergência com as informações declaradas, o curso será disponibilizado.

Destacamos que todas as informações de acesso ao curso serão enviadas ao e-mail cadastrado no formulário de inscrição.
A Federação lembra aos gestores que forem participar que: o curso ficará disponível para acesso durante 30 dias; é disponibilizado apenas uma vez a cada participante; e as inscrições podem ser realizadas até dia 08/12.
Muitas dúvidas chegam a nós acerca da exclusão do Simples Nacional, alguns municípios sequer sabem que a exclusão é também uma das competências estabelecidas em Lei para o ente local. Por esse motivo será detalhado durante o curso sobre as principais regras e conceitos que o Município precisa conhecer para utilizar essa ferramenta.
O Simples Nacional é um regime simplificado e diferenciado criado pela Lei Complementar 123/2006 (e suas 7 alterações, bem como mais de 130 Resoluções). Trata-se de um regime tributário que permitiu a redução da carga tributária para as microempresas e empresas de pequeno porte, contribuiu para simplificar e desburocratizar o pagamento, arrecadação e cobrança dos tributos pelas empresas, com o pagamento unificado do Imposto de Renda de Pessoa Jurídica, do PIS, da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS), da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), do INSS Patronal e Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI), no caso de ser contribuinte. Parece bom para a empresa né? Sim e realmente é. Por esse motivo não seria justo permitir todos esses benefícios às empresas que não estão em dia com as fazendas públicas Federal, Estadual e Municipal.
Mais informações na FGM com a Secretária Executiva, Meire Andrade, pelos contatos: (62) 3999-7450 – (62) 8405-8374 ou pelo e-mail: [email protected]