Página Inicial | Webmail | Acesso Restrito | Fale Conosco
Desenvolvido por: SIGEP - Sistema Integrado de Gestão Pública


Nossa FORÇA vem dos MUNICÍPIOS


Com movimentação da FGM e AGM, COÍNDICE aprova valores aos contemplados do ICMS Ecológico

Publicado em 06/dez/2018


O Conselho Deliberativo dos Índices dos Municípios (Coídice) aprovou hoje (5/12) o Índice de Participação dos Municípios (IPM) que vai vigorar no próximo ano. A partilha já segue a Lei Complementar nº 148, que dispõe sobre os critérios para apuração do ICMS Ecológico, sancionada pelo governador José Eliton e publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).

A lei alterou de 156 para 166 a relação dos municípios beneficiados com o ICMS Ecológico. Os dez municípios incluídos são: Alto Horizonte, Itarumã, Jesúpolis, Montes Claros de Goiás, Nova Aurora, Orizona, Perolândia, Rialma, Santo Antônio de Goiás e São Miguel do Passa Quatro. Ela diz que será considerado “regular o município que teve reconhecida suas práticas ambientais pela Secima no ano-base de 2017”.

O vice-presidente da FGM e Prefeito de Porteirão, Cunha, que é membro do comitê, salientou a necessidade da aprovação do ICMS Ecológico.

“È uma grande vitória municipalista, a FGM e AGM estiveram juntas nessa luta em prol dos Municípios Goianos. A preservação ambientas deve ser incentivada pelo poder público, e com o ICMS Ecológico, as ações ambientais podem se desenvolver nos Municípios Goianos”, destaca Cunha.

O presidente do Coíndice e secretário da Fazenda, Manoel Xavier, disse que os cálculos foram refeitos para cumprir a lei e colocou o assunto em votação. Com relação ao valor adicionado do ICMS, foram apresentados 500 recursos após a votação do IPM provisório, mas apenas 14 foram acolhidos pela comissão técnica, informou o secretário-executivo, Fabiano Gomes de Paula. Não houve questionamento dos conselheiros.

“Foi uma votação tranquila e pacífica, após a solução dada ao ICMS Ecológico com a aprovação da lei pela Assembleia. A receita estadual deve crescer de 4,5 a 5% neste ano e dependendo das ações do governo federal no próximo ano, pode crescer mais, se a economia for aquecida”, afirmou o secretário Manoel Xavier. Cota de 25% do ICMS recolhido pelo Estado é distribuído aos municípios.

Confira o índice de cada Município aqui 

Veja o comparativo em relação aos últimos dois anos do seu Município aqui 

Hits: 58


Compartilhar




 
 
 





















A Federação Goiana de Municípios (FGM), antes Frente de Mobilização Municipalista (FMM) nasceu em 2001 por iniciativa de um grupo de prefeitos que com uma visão técnica, procuravam uma melhor forma de assessorar aos municípios do Estado de Goiás.

Leia Mais

Filie-se

Contatos


E-MAIL: [email protected]
TELEFONE: Geral (62) 3999-7450
Rua 102 – nº 186 – no Setor Sul Goiânia – Go

Fale Conosco


Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados | FGM - Federação Goiana de Municípios