Página Inicial | Webmail | Acesso Restrito | Fale Conosco
Desenvolvido por: SIGEP - Sistema Integrado de Gestão Pública


Nossa FORÇA vem dos MUNICÍPIOS


Primeiro turno das eleições define parlamentares, próximo presidente será escolhido dia 28

Publicado em 08/out/2018


ABrO processo eleitoral deste domingo, 7 de outubro, selecionou os deputados e os senadores da próxima legislatura. A população brasileira também votou para governador e para presidente República. No entanto, os eleitores devem voltar às urnas, no dia 28, para definir quem será o próximo chefe do Executivo e os governadores de 14 Estados, de 2019 a 2022.

Com respectivos 46% e 29,3% dos votos válidos, o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, e do PT, Fernando Haddad, disputarão o cargo máximo do Executivo Federal no segundo turno. A campanha eleitoral deste ano foi mais curta do que o calendário das eleições gerais passadas.

O candidato que aparece à frente nas pesquisas participou da XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios promovida pela CNM, em maio deste ano. Na ocasião, ele falou em descentralização de recursos e de repasse direto aos governos locais e se comprometeu a receber os municipalistas em reuniões trimestrais, para pactuar agenda de trabalho. Com o lema “Menos Brasília e mais Brasil”, ele afirmou que pretende explorar a “potencialidade e o povo brasileiro”, durante o evento que recebeu mais de 8 mil pessoas. Discurso esse confirmado no plano de governo registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Já o Partido do Trabalhadores (PT) apresentou, inicialmente, o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva como candidato à presidência do Brasil. Durante a Marcha dos Municípios uma carta de Lula foi lida, pela presidente do partido, Gleisi Hoffmann, e nela o PT também assumiu o compromisso de receber os municipalistas em reuniões trimestrais, além de reativar a sala de atendimento a prefeitos e estabelecer um canal permanente entre a Confederação e seu gabinete, para que as reivindicações sejam apresentadas.

Independentemente do candidato eleito no segundo turno, o movimento municipalista tem se preparado para apresentar mudanças estruturais, partir de janeiro do 2019. Ao que tudo indica, o próximo governo trabalhará em consonância com os Municípios, e dentre as reivindicações a serem apresentadas pelo movimento municipalista, destaca-se a regulamentação do Pacto Federativo.

Fonte: CNM

Hits: 40


Compartilhar




 
 
 





















A Federação Goiana de Municípios (FGM), antes Frente de Mobilização Municipalista (FMM) nasceu em 2001 por iniciativa de um grupo de prefeitos que com uma visão técnica, procuravam uma melhor forma de assessorar aos municípios do Estado de Goiás.

Leia Mais

Filie-se

Contatos


E-MAIL: [email protected]
TELEFONE: Geral (62) 3999-7450
Rua 102 – nº 186 – no Setor Sul Goiânia – Go

Fale Conosco


Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados | FGM - Federação Goiana de Municípios