Página Inicial | Webmail | Acesso Restrito | Fale Conosco
Desenvolvido por: SIGEP - Sistema Integrado de Gestão Pública


Nossa FORÇA vem dos MUNICÍPIOS


Nota Técnica sobre novos blocos de financiamento da Saúde

Publicado em 11/jan/2018


A Federação Goiana de Municípios (FGM) disponibiliza Nota Técnica elaborada pela CNM nesta quarta-feira, 10 de janeiro, para auxiliar os gestores sobre as mudanças dos blocos de financiamento e o impacto na gestão municipal da Política Pública de Saúde previstos na Portaria 3.992/2017. As alterações foram anunciadas pelo Ministério da Saúde em relação aos repasses feitos aos Municípios e pelo Fundo Nacional de Saúde (FNS) referente à operacionalização das contas financeira.

O texto da Portaria 3.992 prevê a separação do fluxo orçamentário do fluxo financeiro. Dessa forma, vai flexibilizar o segundo e permitir ao gestor gerenciar e aplicar adequadamente os recursos nas ações pactuadas e programadas de acordo com o Plano Municipal de Saúde e o planejamento local. A mudança operacionaliza a transferência e execução financeiras em apenas duas contas – uma de custeio e a outra de investimento, atendendo ao que prevê a Lei Complementar 141/2012 e as inúmeras reivindicações dos gestores municipais. Todos os recursos financeiros de programas e estratégias de saúde irão compor o Bloco de Custeio e serão transferidos em conta corrente única.

A FGM lembra que essa é mais uma conquista dos Municípios brasileiros que desde a sanção da Lei Complementar 141/2012 solicitam a flexibilização da aplicação dos recursos do Sistema Único de Saúde (SUS). Com isso, a entidade considera que possibilita o uso mais adequado à realidade local e evita saldos financeiros vinculados às famosas “caixinhas”.

Essas caixinhas se referem aos recursos carimbados de programas, ações e estratégias, que devido às regras e às normas dos programas federais permaneciam por longos períodos retidos em contas bancárias sem possibilidade de aplicação nas ações e serviços públicos de saúde. Agora, os gestores poderão, no Bloco de Custeio, pagar todas as contas decorrentes da manutenção das ações e serviços de saúde e das unidades de saúde que prestam esses serviços desde que atendido o Plano Municipal de Saúde e a Programação Anual de Saúde. A FGM ainda alerta que a regularização da nova conta única do Bloco de Custeio das Ações e Serviços Públicos de Saúde deve ser feita até o dia 12 de janeiro de 2018.

Acesse aqui a Nota Técnica da CNM

Acesse aqui as Perguntas e Respostas

Veja aqui a Portaria 3.992

 

Fonte: FGM com dados da CNM

Hits: 18


Compartilhar




 
 
 





















A Federação Goiana de Municípios (FGM), antes Frente de Mobilização Municipalista (FMM) nasceu em 2001 por iniciativa de um grupo de prefeitos que com uma visão técnica, procuravam uma melhor forma de assessorar aos municípios do Estado de Goiás.

Leia Mais

Filie-se

Contatos


E-MAIL: [email protected]
TELEFONE: Geral (62) 3999-7450
Rua 102 – nº 186 – no Setor Sul Goiânia – Go

Fale Conosco


Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados | FGM - Federação Goiana de Municípios