Página Inicial | Webmail | Acesso Restrito | Fale Conosco
Desenvolvido por: SIGEP - Sistema Integrado de Gestão Pública


Nossa FORÇA vem dos MUNICÍPIOS

Fone Geral: (62) 3999-7450

Rua 102 – nº 186 – no Setor Sul Goiânia – Go - E-mail: fgm@fgm-go.org.br


Aberta a adesão ao Novo Mais Educação

Publicado em 04/dez/2017


A adesão ao Programa Novo Mais Educação por parte das secretarias de educação está aberta e pode ser realizada por meio do módulo PAR do Sistema de Monitoramento Execução e Controle (Simec). A execução do programa será de oito meses ao longo do ano letivo de 2018.

primeira etapa da adesão diz respeito à seleção das escolas, para a participação do Novo Mais Educação, pelas secretarias de educação. O prazo para essa adesão vai até o dia 8 de dezembro.

Por meio de ofício, o MEC alerta que, nessa etapa de seleção das escolas, as secretarias de educação devem se atentar aos seguintes critérios de priorização:

– escolas de ensino fundamental que tenham no mínimo 25 matrículas e alunos de 3º ao 9º que apresentam baixo rendimento, pois os alunos de 1º e 2º estarão inseridos no Programa Mais Alfabetização;

– escolas que obtiveram baixo desempenho no Ideb de 2015 e possuem mais de 50% dos estudantes em famílias beneficiárias do Bolsa Família.

Além disso, ao realizar a adesão e seleção das escolas, as secretarias de educação devem indicar a carga horária do Programa por escola (5h ou 15h semanais) ou permitir que as escolas façam essa escolha no momento de confirmar a adesão no PDDE Interativo. O MEC, entretanto, solicita atenção à essa decisão pois a definição da carga horária de atendimento das unidades escolas do Novo Mais Educação é estratégica, pois há outros elementos logísticos que impactam na organização do atendimento escolar e podem demandar apoio diferenciado pela secretaria.

segunda etapa, se refere à adesão das escolas selecionadas pelas secretarias de educação. Ela será realizada por meio do PDDE Interativo até o dia 12 de dezembro. Vale lembrar que as escolas só poderão iniciar o processo de adesão após a conclusão da adesão pela secretaria de educação a qual se vinculam.

Ainda nessa etapa, a escola deverá inserir o plano de atendimento, considerando o grupo de alunos prioritários (alunos do 3º ao 9º ano do ensino fundamental com baixo desempenho escolar e/ou alta vulnerabilidade social concentrados, principalmente, nos 4º, 6º e 8º anos do ensino fundamental).

Na terceira etapa, caberá ao MEC a seleção das escolas que serão contempladas com os recursos do Novo Mais Educação, considerando a previsão orçamentária e financeira, segundo os seguintes grupos prioritários da escola:

Grupo 1 – Escolas de ensino fundamental com Ideb inferior a 4.4 nos anos iniciais e inferior a 3.0 nos anos finais, concomitantemente;

Grupo 2 – Escolas de ensino fundamental com Ideb inferior a 4.4 nos anos iniciais ou escolas de ensino fundamental com Ideb inferior a 3.0 no anos finais;

Grupo 3 – Escolas que possuem mais de 50% dos alunos oriundos de famílias beneficiárias do
Programa Bolsa Família.

Sobre o Novo Mais Educação

O programa visa à melhoria da aprendizagem dos estudantes, garantindo a ampliação da jornada escolar de crianças e adolescentes, mediante a complementação da carga horária de 5 ou 15 horas semanais no turno e contraturno escolar que deverá ser implementada por meio da realização de acompanhamento pedagógico obrigatório em língua portuguesa e matemática, e no caso da jornada em tempo integral (ampliação de 15h), do desenvolvimento de atividades no campo das artes, cultura, esporte e lazer.

As diretrizes do Novo Mais Educação são: a integração do Programa à política educacional da rede de ensino e as atividades do projeto político pedagógico da escola; o atendimento prioritário tanto dos alunos de regiões mais vulneráveis, quanto dos alunos com maiores dificuldades de aprendizagem, bem como das escolas com piores indicadores educacionais; a pactuação de metas entre o MEC, os entes federados e as escolas participantes; o monitoramento e a avaliação periódica da execução e dos resultados do Programa; a cooperação entre União, estados, DF e municípios.

Dúvidas e outras informações podem ser encaminhadas para o endereço eletrônico: novomaiseducacao@mec.gov.br

Fonte: Undime com informações do MEC


Compartilhar




 
 
 





















A Federação Goiana de Municípios (FGM), antes Frente de Mobilização Municipalista (FMM) nasceu em 2001 por iniciativa de um grupo de prefeitos que com uma visão técnica, procuravam uma melhor forma de assessorar aos municípios do Estado de Goiás.

Leia Mais
viewporntube indobokep bokep indonesia videongentot bokeper entotin bokepsmu videomesum bokepindonesia video porno indonesia

Filie-se

Contatos


E-MAIL: fgm@fgm-go.org.br
TELEFONE: Geral (62) 3999-7450
Rua 102 – nº 186 – no Setor Sul Goiânia – Go

Fale Conosco


Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados | FGM - Federação Goiana de Municípios